terça-feira, 29 de setembro de 2015

PESSOAL | Enquanto


Se bem te lembras, criei o blog para poderes saber o que penso, mas pelos vistos não estas minimamente interessado, e isso está a irritar-me profundamente. Como se não bastasse, eu vim para casa porque este ano tenho as tarde todas livres, ao contrário de ti. Bem, estava aqui no sofá quando me perguntas porque é que não tento resolver as coisas com ela. Se viesses ao blog sabias que ando a tentar, mas nada como antes. Quando te pergunto porque é que fizeste aquela pergunta, tu respondes que também tinhas feito aquela pergunta a ela. Mas andas a falar de mim ás outras pessoas porquê? Sabes que odeio isso. Se ela não te respondeu à pergunta é porque não tinha nada para te dizer. Se já não percebes nada é porque nem fazes um esforço para perceber. Parece que só eu é que falo do meu dia-a-dia, do que penso, tu nunca me contas nada. E depois dizes que não contas porque não é importante. Não percebes que isso não importa? O que importa é que partilhas coisas comigo. Parece que falas mais com a outra do que comigo. Só queria que falasses comigo, mas também não te posso obrigar. Estou a ficar farta de te contar tudo e tu não me contares nada. Qualquer dia passo-me a sério e deixo de te contar as coisas. Pode ser que aí dês valor.

1 comentário:

Deixa a tua opinião